Fernando Haddad: acerca das cercas

A íntegra da entrevista que conduzi com Fernando Haddad, prefeito de São Paulo.

Após 4 meses de programa Braços Abertos, uma polêmica tomou parte da mídia e gerou discussão nas redes. A prefeitura de São Paulo autorizou a instalação de cercas na região da Luz como forma de delimitar o espaço para os usuários de crack.

Parte deles não aceitou a medida e, para evitar um confronto com a polícia, se refugiaram na tenda do próprio Braços Abertos.

O cercamento foi muito mal recebido também por membros do conselho de drogas da cidade, pessoas que trabalham com redução de danos e de alguns dos elaboradores do próprio programa.

Lá [na cracolândia] tudo é pactuado com eles. Mas quem não está na mesa pactuando se sente tutor daquela população. E tornam aquela comunidade como objeto de políticas públicas e não como objeto

Após fazer um post com duras críticas à medida em seu Facebook, recebi um telefonema do prefeito. Rebatendo as críticas feitas e oferecendo sua visão do assunto. Foi acertada uma entrevista para a manhã seguinte, no gabinete do prefeito, como forma de tornar pública tal conversa.

Nela Fernando Haddad discute as motivações do cercamento (já suspenso), as premissas e dificuldades na execução do Braços Abertos, os planos para o futuro imediato do programa, as críticas que vem recebendo pela direita e pela esquerda, e um pouco da sua visão sobre a política de drogas no âmbito nacional.

Câmera e edição: Fernanda Ligabue e Carol Quintanilha.