WORKSHOP MÍDIA E DROGAS

Por décadas pautada pelo proibicionismo, quase sem perceber a imprensa brasileira relegou a cobertura em torno do tema das drogas aos cadernos policiais.
O uso igualou-se ao abuso. O mercado virou sinônimo de tráfico. E ao ignorar os inúmeros aspectos sociais, químicos e econômicos em torno das substâncias ilícitas, a mídia ao mesmo tempo reproduziu e fomentou o senso comum reducionista. Incapaz de compreender as drogas e a relação da sociedade com elas como um tema transversal, sistêmico e complexo. 

E se o mundo começa a se articular em direção a um novo paradigma legal para o controle de substâncias, o jornalismo de drogas também precisa se transformar. Principalmente no Brasil, onde esse déficit de cobertura vai se tornando cada vez mais claro - e mais grave - à medida em que o debate em torno da política de drogas vai ganhando muita expressão e relevância no país.

Por isso, o Fluxo tem o prazer de divulgar - e fazer parte dele - o Primeiro WORKSHOP DROGAS EM PAUTA, no Rio de Janeiro. Como parte do Prêmio Gilberto Velho Mídia e Drogas, que premia os melhores trabalhos jornalísticos na cobertura do tema no Brasil. 

Será nos dias 9 e 10 de novembro, na Universidade Cândido Mendes, um curso para estudantes e jornalistas profissionais. A ideia é debater o assunto em profundidade, em diálogos entre os participantes e especialistas da área de saúde, antropologia, segurança e mídia que estudam e trabalham com o tema das drogas. E abrir as perspectivas, as editorias e oferecer subsídios críticos e analíticos para uma nova forma de cobrir e traduzir as drogas para a sociedade. 

Implicações para a segurança e saúde pública, para os direitos humanos, para a própria democracia. Distinções entre diferentes tipo  de droga e padrões de uso. História e aspectos culturais. Legislação e a transformação das leis em diferentes países.

Entre os palestrantes, o editor do Estúdio Fluxo Bruno Torturra. Que vai conduzir duas aulas em parceria com a jornalista da Folha de S. Paulo Fernanda Mena.

Inscrições abertas e mais informações em http://www.ucamcesec.com.br/premiogilbertovelho/workshop-drogas-em-pauta/

Aqui, a programação completa.
 

Bruno Torturra | Jornalista e fundador do Estúdio Fluxo
Dartiu Xavier da Silveira | Psiquiatra e professor livre-docente da UNIFESP
Fernanda Mena | Repórter especial da Folha de São Paulo
Francisco Inácio Bastos | Médico e pesquisador titular da Fiocruz
Henrique Carneiro| Professor de História Moderna da USP
Luciana Boiteux | Professora de Direito Penal e Criminologia da UFRJ
Luiz Eduardo Soares | Antropólogo, cientista político e professor da UERJ
Raull Santiago | Ativista e fundador do Coletivo Papo Reto


QUEM PODE PARTICIPAR

Nas sessões da manhã, o workshop será voltado a jornalistas que trabalham em veículos impressos, de rádio, TV e internet. O encontro terá como objetivo é oferecer um panorama sobre os grandes temas relacionados a drogas ilícitas, esclarecer dúvidas dos jornalistas e permitir que relatem experiências sobre a cobertura do tema no dia-a-dia.

Nas sessões da tarde, os debates serão voltados a estudantes de jornalismo a partir do quinto período de curso, permitindo que entrem em contato com os temas ligados a políticas de drogas. A intenção é capacitar os estudantes para que possam acompanhar os debates sobre drogas no país e no mundo, capacitando-os para que no futuro possam abordar de forma criativa, aprofundada e contextualizada os temas relacionados às políticas de drogas.


COMO SE INSCREVER

Jornalistas e estudantes de jornalismo poderão se inscrever gratuitamente através do e-mail contato@premiogilbertovelho.com.br. Os interessados devem enviar um e-mail solicitando a inscrição em que devem constar: nome completo, veículo (s) em que atua (no caso dos jornalistas), cópia digitalizada simples do RG, endereço completo, telefone de contato e e-mail.

Estudantes de jornalismo devem enviar, junto às informações descritas acima, um comprovante  de matrícula em curso de graduação em Jornalismo ou a carteira de estudante digitalizada.

Os resultados das inscrições serão comunicados no dia 30 de outubro de 2015, por e-mail e no site do Prêmio Gilberto Velho.


PROGRAMAÇÃO

Dia 1: 09/11

Manhã: curso para jornalistas

9h00-10h45: Perspectivas históricas e a evolução da legislação
Luciana Boiteux, professora de Direito Penal e Criminologia da UFRJ
Henrique Carneiro, professor de História Moderna da USP

10h45-11h00: Coffee Break

11h00-12h45: Ciência, Mitos e Fatos
Dartiu Xavier da Silveira, psiquiatra e professor livre-docente da UNIFESP
Francisco Inacio Bastos, médico e pesquisador titular da Fiocruz

Tarde: curso para estudantes de jornalismo

14h00-15h45: Perspectivas históricas e a evolução da legislação
Luciana Boiteux, professora de Direito Penal e Criminologia da UFRJ
Henrique Carneiro, professor de História Moderna da USP

15h45-16h00: Coffee Break

16h00-17h45: Ciência, Mitos e Fatos
Dartiu Xavier da Silveira, psiquiatra e professor livre-docente da UNIFESP
Francisco Inacio Bastos, médico e pesquisador titular da Fiocruz

Dia 2: 10/11

Manhã: curso para jornalistas

9h00-10h45: Imprensa e Mídias Sociais
Fernanda Mena, repórter especial da Folha de São Paulo
Bruno Torturra, jornalista e fundador do Estúdio Fluxo

10h45-11h00: Coffee Break

11h00-12h45: Segurança Pública e Mobilização Comunitária
Luiz Eduardo Soares, antropólogo, cientista político e professor da UERJ
Raull Santiago, ativista e fundador do Coletivo Papo Reto

12h45-14h00: ALMOÇO E ENTREGA DO PRÊMIO GILBERTO VELHO MÍDIA E DROGAS

14h00-15h45: Imprensa e Mídias Sociais
Fernanda Mena, repórter especial da Folha de São Paulo
Bruno Torturra, jornalista e fundador do Estúdio Fluxo

15h45-16h00: Coffee Break

16h00-17h45: Segurança Pública e Mobilização Comunitária
Luiz Eduardo Soares, antropólogo, cientista político e professor da UERJ
Raull Santiago, ativista e fundador do Coletivo Papo Reto


AUXÍLIO FINANCEIRO

Jornalistas e estudantes de jornalismo de todo o Brasil podem se inscrever para participar do workshop. No entanto, a organização não se compromete a oferecer nenhum tipo de auxílio financeiro ou ajuda de custo para qualquer participante, seja de dentro ou de fora da cidade do Rio de Janeiro.


CERTIFICADOS

Ao final do curso, a organização dará certificados de participação a todos os alunos que comparecerem a ao menos três mesas das quatro mesas do workshop. Tanto o workshop de jornalistas como o de estudantes terá duração total aproximada de oito horas.


MAIS INFORMAÇÕES

Para tirar dúvidas e obter mais informações, entre em contato pelo e-maildaniella@ucamcesec.com.br; ou pelo telefone (21) 2531-2033.