Córtex - ep. 4 - Maconha medicinal, saúde e sanidade pública. Um passeio com Ana María Gazmuri

"DEPOIS DA TENTATIVA DE EXTERMINÁ-LA, BASTA OLHAR PARA O MAPA E TEMOS QUE RECONHECER: A PLANTA GANHOU"

No quarto episódio de Córtex fomos à pequena cidade de Panimávida, no Chile, para passear com Ana Maria Gazmuri entre a colheita da maior plantação de maconha medicinal da América do Sul.

Ana Maria é uma conhecida atriz chilena que, desde 2003, mudou sua vida para se dedicar à luta pela alforria da cannabis, pelo reconhecimento de seu valor medicinal e seu papel fundamental na história humana. E com sua Fundação Daya está apontando caminhos de vanguarda para a regulação e o cultivo de maconha no continente.

A plantação que visitamos em sua companhia é financiada pela fundação e recursos de 20 municípios do Chile para fornecer cannabis medicinal para 4.000 pacientes do país. Em três diferentes estudos: oncologia, dores crônicas e epilepsia refratária. 

Ana María no jardim da Fundação Daya

Ana María no jardim da Fundação Daya

Uma trabalhadora da região de Colbún apara um ramo de cannabis

Uma trabalhadora da região de Colbún apara um ramo de cannabis

Em uma hora de conversa por sua fazenda, caminhamos pelo jardim, fizemos um pouco de pode, vimos a equipe que colhe e apara as flores. Enquanto isso, Ana María nos conta como conseguiu autorização e financiamento público para cultivar as mais de 6000 plantas de maconha que floresciam naquele dia;

- Como apoiou e se envolveu com mães de crianças pacientes de maconha medicinal;
- a co-evolução entre seres humanos e a planta;
- o papel de outras plantas de poder e enteógenos para uma nova - e ancestral - compreensão da psique em uma sociedade hipermedicalizada;
- modelos de regulação de maconha medicinal;
- a relação da produção de cannabis com a comunidade local;
-  a relação orgânica e ainda pouco explorada entre as diferentes variedades de cannabis e seus usos medicinais;
- o papel da América do Sul na desmontagem do proibicionismo.
- sobre como, apesar da proibição, a planta ressurge no mundo todo para apresentar não apenas uma saída para graves doenças. Mas o resgate de um paradigma orgânico, holístico e evolucionário de saúde, sanidade e da própria medicina. 


Para realizar esse episódio de Córtex o Fluxo teve o apoio do CESeC, Centro de Estudos de Segurança e Cidadania. Desde 2014 trabalhamos em parceria com o Centro e colaboramos com a campanha "Da Proibição Nasce o Tráfico".


O Fluxo pede desculpas pela fluência pra lá de capenga do nosso âncora - que não bastasse ser gago - tem um dos piores portunhóis do hemisfério. E garante que, quando ele fecha a boca, o programa todo vale a pena demais :)


Apresentação: Bruno Torturra
Direção, câmera e áudio: Susana Jeha
Câmera de apoio: Paulo Mattos
Produção e tradução: Maria Shirts