Brechas Urbanas - Quem é uma cidade?

brechas_arte_fundo de tela_novo_semlogo1.jpg

Em 2017, assumi a mediação do Brechas Urbanas, um evento promovido mensalmente pelo Itaú Cultural em São Paulo. Discutir a experiência das cidades a partir de temas e pontos de vista pouco usuais no debate urbanístico ou politico.

O tema dssa primeira edição do ano, realizada em março, foi a "Ïdentidade das Cidades". Ou, colocada de outra forma: como definir o caráter de uma cidade. Como a identidade de uma cidade é definida pelas pessoas? Como a identidade das pessoas é definida pelas cidades? Quem é uma cidade?

Para debater essas e muitas outras perguntas,  conversei com o fotógrafo Tuca Vieira, o professor e urbanista Guilherme Wisnik e a economista e diretora da Rede Nossas Alessandra Orofino.

Tuca Vieira é um dos mais interessantes fotógrafos e fotojornalistas no registro de cidades. Sobretudo a de São Paulo. Sua passagem pela Folha de S. Paulo e seu trabalho autoral produziram imagens já icônicas da história recente da metrópole. E para o Brechas Urbanas, Tuca trouxe amostra de seu Atlas Fotográfico de São Paulo. Um trabalho onde ele se propôs a responder a seguintes perguntas: "Qual é a verdadeira cara de São Paulo? Quais os seus limites? Será possível figurar na mente uma imagem qualquer dessa massa informe e tentacular que desafia, por sua escala e complexidade, qualquer esforço de cognição humana?"

Guilherme Wisnik é professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Crítico de arte e arquitetura, é autor de livros como Lucio Costa (2001), Caetano Veloso (2005) e Estado crítico: à deriva nas cidades (2009). Nessa conversa, Guilherme traz imagens antigas de São Paulo, parte da mostra que organizou para o Instituto Moreira Salles. E a partir delas reconta a história de demolição e reconstrução de define muitas de nossas cidades. 

Alessandra Orofino criou e administra o Nossas. Uma organização presente em diferentes capitais do país, que facilita a organização civil e a participação política a partir das cidades. Nessa conversa ela discute a transformação das cidades através de suas expressões políticas e na forma como a sociedade define e reage ao poder público.l